A Revolução Verde dos Agrotóxicos.


A aplicação de agroquímicos no Solo altera  seu ciclo natural e causa desequilíbrio biológico em função da eliminação de microorganismosfundamentais ao desenvolvimento das plantas que, com suas características modificadas, tornam-se dependentes dos produtos químicos.


Além disso,  existe o comprometimento no sabor dos alimentos, na saúde do lavrador que manipula tais produtos, além da contaminação de mananciais,leitos de rios, lençóis freáticos, enfim da ampla degradação ambiental que afeta toda a cadeia alimentar.


Os agrotóxicos foram desenvolvidos na Primeira Guerra Mundial e utilizados mais amplamente na Segunda como arma química. Com o fim da guerra, o produto desenvolvido passou a ser utilizado como "defensivo agrícola".


O primeiro veneno o composto orgânico DDT, foi sintetizado em 1874 por Othomar Zeidler, porém só em 1939 Paul Muller descobriu suas propriedades inseticidas.
Pela descoberta e posterior aplicação do DDT no combate  a insetos, Muller recebeu o prêmio Nobel de química em 1948. O DDT era então a grande arma para acabar com o inseto propagador da malária, até que se descobriu ser ele  cancerígeno, teratogênico e cumulativo no organismo.


No pós-guerra, os vencedores articularam uma expansão dos seus negócios a partir das indústrias que haviam se desenvolvido durante o conflito, e entre elas a indústria química. Na Europa havia fome. Foi então que surgiu a "revolução verde", que visava promover a agricultura, gerando comida para os famintos do mundo. 

A "REVOLUÇÃO VERDE" chegou ao Brasil em meados da década de 60, implantada através de imposição das indústrias de venenos e do governo brasileiro: o financiamento bancário para a compra de semente só saia se o agricultor comprasse também o adubo e o agrotóxico.

Essa política levou a uma grande contaminação ambiental, sem que a fome fosse extinta. Hoje, um quinto das crianças não ingere a quantidade suficiente de calorias e proteínas que necessitam. E cerca de dois bilhões de pessoas - terceira parte da humanidade - sofrem de anemia. A cada ano 30 milhões de pessoas morrem de fome no mundo e 800 milhões sofrem de sub-alimentação crônica.     

Enquanto alguns países, principalmente da Europa, tentam reverter o duro quadro de degradação ambiental e contaminação dos alimentos, no Brasil a situação se agrava a cada ano.  Em 1970 fábricas obsoletas foram transferidas para o país, que está entre os cinco maiores consumidores de venenos na agricultura no mundo.

Estima-se que no ano passado foram vendidos aqui cerca de US$ 2 bilhões de agrotóxicos, aproximadamente 400 mil toneladas.

A degradação do Meio Ambiente tem conseqüências a longo prazo e seus efeitos podem ser irreversíveis. Em escala planetária, existem mais de dois trilhões de toneladas de resíduos industriais sólidos e cerca de 350 milhões de toneladas de detritos gerados por ano.

A utilização de agrotóxico está comprometendo toda a humanidade e a vida na terra. Os trabalhadores que manuseiam os venenos trabalham sem nenhuma proteção, como botas, macacões, máscaras, capacetes, luvas e outros equipamentos. Não existe orientação e falta conhecimento do que fazer com resíduos e embalagens. Atualmente, 6 a 8 empresas detêm o oligopólio da produção de agrotóxicos no mundo. Em 1981 a Alemanha vendeu duas fábricas de venenos para o Iraque matar os curdos. O Tamarron matou 16 pessoas em um ano na Costa Rica. Milhares de jovens, às vezes com menos de 18 anos, quimicamente são castrados pelo DBCP (bromocloropropano), que foi parado de fabricar nos EUA em 1970.
Na União Européia uma pessoa só pode comprar um produto após um curso de 60 horas e recebe carteira de autorização para usar o agrotóxico no município. A maioria das fábricas de agrotóxicos atualmente estão em países do terceiro mundo. Além disso, agrotóxico não paga ICMS no Brasil.

 (Dr. Rosinha, médico pediatra e sanitarista, deputado federal pelo Paraná Jornal Gazeta do Povo (PR) - Edição de 06/07/1999).

Comentários

  1. muitas crianças morrem ou ficam deficiente durante a gestação é por causa dos agrotóxicos!!!
    era para ter campanhas para todos usuários de agrotóxicos se consientize q para fazer o bem existem várias maneiras sem ser essa!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça seu comentário.
Ele nos ajuda a pesquisar os assuntos que interessam a você, leitor.

Postagens mais visitadas