Proteína de soja e água no frango


Fonte: IDEC

Motivado por reclamações de consumidores, o Idec verificou, em abril de 2000, que as embalagens dos cortes de frango congelados disponíveis nos supermercados traziam informação inadequada sobre a presença de água e proteína de soja.

Ao solicitar informações ao Ministério da Agricultura sobre a regulamentação para esta prática, descobriu que ela fora autorizada por meio de instrumento inadequado para esse tipo de procedimento e que não obrigava a informação clara, desrespeitando o Código de Defesa do Consumidor. Dessa forma, pagava-se por água e proteína de soja o preço de carne de frango.

A denúncia na revista e nos meios de comunicação levou à proibição da injeção de proteína de soja e água em carnes enquanto não for criado o regulamento que definirá as quantidades máximas a serem injetadas, produtos permitidos, metodologias para análise e informação ao consumidor.


Minha opinião? 
Apesar dos esforços do IDEC será que a lei está sendo cumprida? 
Alguém já percebeu a diferença quando se assa um frango industrializado e um caipira, criado solto, ciscando?
No forno o primeiro reduz quase à metade, claro perde a água. 
E depois soja, provavelmente transgênica, ninguém merece.
Nadia Cozzi

Comentários

Postagens mais visitadas