Leite e Carne de soja! Saudáveis?

Por PortalOrgânico - Elaine Azevedo


O uso da soja como fonte de proteína sempre foi enfatizado entre os adeptos da alimentação natural e do vegetarianismo, substituindo formas animais de proteína – carne, leite e ovos.

Porém, é bom lembrar que além da problemática que envolve o uso de agrotóxicos e de sementes transgênicas na sojicultora, tanto o extrato (“leite de soja”) como a proteína texturizada de soja (“carne de soja”) são produtos manipulados industrialmente e estão muito distantes da imagem de natural que a eles é conferida.

No caso do extrato de soja, após a extração do líquido, flavorizantes, corantes e adoçantes artificiais são adicionados ao produto final para mudar seu gosto (amargo, com gosto de feijão) e cor (acinzentada) originais.

A proteína texturizada de soja, considerada um resíduo da indústria de óleo, tornou-se hoje ingrediente chave em muitos produtos industrializados e em alimentos à base de soja que imitam a carne. Sua produção tem lugar em complexos industriais onde uma pasta fluida de soja é misturada com uma solução alcalina para remover sua fibra, que é então precipitada e separada utilizando-se um banho ácido em tanques de alumínio, sendo finalmente neutralizada numa solução alcalina.

Os coalhos resultantes são borrifados para serem secados sob altas temperaturas para a produção de um pó rico em proteína. O processo final de extrusão da proteína isolada da soja, sob altas temperatura e pressão, produz então a proteína vegetal texturizada.

Lembre-se que um produto realmente natural é aquele que está mais próximo da forma fresca e natural do alimento.

Comentários

Postagens mais visitadas