Yoki contesta pesquisa sobre rotulagem de alimentos transgênicos realizada pelo Idec

De: Paranashop



A Yoki emitiu o COMUNICADO abaixo onde contesta a pesquisa sobre rotulagem de alimentos transgênicos, realizada pelo IDEC e publicada aqui no Paranashop.

IDEC aponta que empresas descumprem lei referente à rotulagem de alimentos transgênicos.

COMUNICADO


A Yoki informa que, diferentemente do que foi afirmado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a empresa não recebeu nenhum e-mail da instituição datado de 24/4/2013, assim como não contou com nenhuma ligação oficial da mesma em seu Sistema de Atendimento ao Consumidor (SAC). 

A única comunicação da instituição para a empresa foi registrada no dia 7/6/2013, por meio de uma carta, quando a pesquisa em questão já havia sido concluída.

Em resposta à pesquisa do IDEC, a Yoki afirma que apenas as farinhas de milho e de fubá da marca são transgênicas, e trazem o “T” indicado na embalagem (conforme anexos). Já o milho para pipoca tradicional, o milho de pipoca para micro-ondas e a canjica de milho branca são produtos 
convencionais, ou seja, não transgênicos. Por isso, não trazem esse tipo de indicação na embalagem.

Com isso, a Yoki já sugeriu ao IDEC a revisão da pesquisa mencionada, já que as afirmações da mesma estão equivocadas.

A Yoki tem mais de 50 anos de história, oferecendo produtos práticos e convenientes, de acordo com o gosto do consumidor brasileiro. A companhia trabalha com a mais alta tecnologia e segue as normas vigentes no mercado brasileiro.

A empresa continua à disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários.

Yoki Alimentos
Junho de 2013

Thais Holanda
RP1 Comunicação
Tel. 11 5501-4655
Direto: 11 5501-4631
www.rp1.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas