Alimento orgânico é melhor?

Por  em 15.07.2013 as 16:00
fruitfliesorganicfood
Há muito debate sobre se os alimentos orgânicos são realmente melhores do que os convencionais. Alguns estudos chegaram à conclusão de que eles são mais nutritivos e fazem bem ao solo onde são plantados, enquanto outros afirmam que eles não são mais benéficos à saúde do que os convencionais, e que não há evidências de que a comida orgânica é melhor do que alimentos cultivados com pesticidas e adubos químicos.
Para os seres humanos, a dúvida certamente continua. Para as moscas da fruta, no entanto, já temos uma resposta: os orgânicos são melhores.
A descoberta seguiu a teoria da estudante de ensino fundamental Ria Chhabra, que ouviu seus pais discutindo sobre o valor dos alimentos orgânicos e se inspirou nisso para criar um projeto de feira de ciências para tentar resolver o debate.
ria-chhabra-found-that-fruit-flies-that-eat-organic-produce-are-healthier
Três anos mais tarde, Ria não só levantou algumas questões provocativas sobre os benefícios para a saúde de uma alimentação orgânica, como também ganhou, aos 16 anos de idade, prêmios importantes em uma competição nacional de ciência, além da publicação de sua pesquisa em uma revista científica respeitada e o uso privilegiado de um laboratório universitário normalmente reservado para estudantes de graduação.
Seu estudo monitorou os benefícios de saúde de alimentos orgânicos para Drosophila melanogaster, a mosca da fruta, monitorando os efeitos de dietas orgânicas e convencionais nos insetos.
Em quase todas as medidas, incluindo fertilidade, resistência ao estresse e longevidade, as moscas que se alimentavam de bananas e batatas orgânicas se saíram melhor do que aquelas que comeram produtos convencionalmente cultivados.
Embora os resultados não possam ser diretamente extrapolados para a saúde humana, a pesquisa abre caminho para estudos adicionais sobre os benefícios relativos à saúde dos alimentos orgânicos em relação aos cultivados convencionalmente.
Modelos da mosca da fruta são muitas vezes utilizados em estudos porque o seu tempo de vida curto permite que os cientistas avaliem uma variedade de efeitos biológicos básicos ao longo de um período relativamente pequeno de tempo, e os resultados fornecem pistas para uma melhor compreensão das doenças e processos biológicos em seres humanos.

Curiosa e corajosa

Para seu projeto escolar original, Ria avaliou o conteúdo de vitamina C nos produtos orgânicos em comparação com os alimentos cultivados convencionalmente. Quando ela encontrou maiores concentrações da vitamina nos alimentos orgânicos, decidiu que queria levar a experiência adiante e medir os efeitos de uma alimentação orgânica na saúde em geral.
Pesquisando na internet, a estudante decidiu que a mosca da fruta seria o melhor modelo para conduzir sua experiência. Ela enviou e-mails a vários professores que mantinham laboratórios que estudavam insetos pedindo ajuda. Para sua surpresa, Johannes Bauer, professor na Southern Methodist University em Dallas (EUA), respondeu seu pedido.
“Estávamos muito interessados na saúde das moscas, e seu projeto era uma combinação perfeita para o que estávamos fazendo”, disse Bauer.
Embora normalmente não concorde em trabalhar com um aluno tão novo, Bauer disse que Ria funcionava no nível de um estudante sênior ou de faculdade. “A seriedade com que ela tratou o assunto foi surpreendente”, conta.
Ria trabalhou no projeto durante o verão, eventualmente apresentando a pesquisa na feira de ciências local. O projeto foi nomeado entre 30 finalistas da prestigiada feira nacional Broadcom Masters de 2011.
Dr. Bauer, seguindo a política de seu laboratório de publicar todas as pesquisas independentemente do resultado, pediu que Ria, então com 14 anos, prosseguisse a publicação em uma revista científica. Bauer e outro pesquisador associado do laboratório, Santharam Kolli, são listados como coautores da pesquisa.
Agora estudante do ensino médio, Ria disse que ficou animada ao ver seu trabalho aceito por uma revista científica. “Eu não tinha ideia do que significava publicar minha pesquisa”, disse.
Ria continuou a trabalhar no laboratório do Dr. Bauer, criando um modelo para o estudo de diabetes tipo 2 em moscas de fruta. O trabalho será apresentado em algumas semanas.
Enquanto isso, Dr. Bauer disse que o estudo de alimentos orgânicos e saúde da mosca da fruta tem levantado algumas questões importantes que ele espera que possam ser respondidas em pesquisas futuras.
A diferença nos resultados entre as moscas alimentadas com as dietas diferentes poderia ser devido aos efeitos de pesticidas e fungicidas em alimentos convencionais, ou pode ser devido a um maior nível de nutrientes no produto orgânico.
Uma ideia intrigante levanta a questão de saber se as plantas organicamente cultivadas produzem compostos naturais para repelir pragas e fungos, e se esses compostos oferecem benefícios adicionais de saúde para moscas, animais e seres humanos que consomem alimentos orgânicos. “Não existem dados concretos sobre isso, mas é algo que eu gostaria de aprofundar”, disse o Dr. Bauer.
Apesar de muito mais estudos precisarem ser realizados para determinar os possíveis benefícios dos alimentos orgânicos para a saúde humana, o debate foi resolvido na casa Chhabra, onde os pais de Ria já não discutem sobre o custo dos alimentos orgânicos. “Todos os nossos produtos frescos são orgânicos”, conta a garota. [NYTimes]

Comentários

Postagens mais visitadas