Câmara impede uso de transgênicos na merenda escolar

Fonte: AM570

Projeto da vereadora Tati Teixeira foi aprovado nesta terça no Legislativo



Os vereadores aprovaram, por unanimidade, na sessão desta terça-feira o projeto de lei PL 26/16 de autoria da vereadora Tati Teixeira (PSD) que “Dispõe sobre o impedimento de uso de alimentos transgênicos ou de produtos com substâncias transgênicas na merenda escolar da Rede Municipal de Ensino do Município”.

Conforme a autora do projeto, até hoje os usos de alimentos geneticamente modificados são motivos de debates e questionados por ambientalistas e estudiosos no assunto, pois existem sérias dúvidas a respeito de sua qualidade, especialmente quanto à utilização de forma contínua na alimentação, o que pode causar sérios problemas de saúde.

“Além do mais, estudos comprovam que o uso de sementes transgênicas causa sérios impactos ecológicos e possibilidade de contaminação das culturas convencionais, solos e lençóis freáticos. O consumo prolongado de alimentos transgênicos é questão de segurança alimentar - pode propiciar aparecimento de alergias e genes resistentes aos antibióticos”, comentou. “É melhor prevenir do que no futuro se arrepender de não ter cuidado com esse tipo de assunto”, acrescentou. Alimentos que não atendam esta exigência devem ser excluídos do cardápio e submetidos à análise dos órgãos de fiscalização.

Fonte: Imprensa / Câmara

Comentários

Postagens mais visitadas