A sopa de pedra do networking


Por Marcello Pepe

http://www.planetanews.com/news/2011/11485

Ilustração: Nicholas Dimitry Cozzi


Vou contar aqui uma história que ouvi há algum tempo e que me fascinou:


Um viajante andava por várias cidades, por várias regiões do país. 



Um dia, ao passar por uma pequena e pobre cidade, reparou que todos ali eram muito pobres e simples.


Parou próximo de um poço de água, tirou de sua bolsa uma grande panela, encheu de água, colocou sobre um fogo e deixou a panela esquentar.



Algumas pessoas curiosas se aproximaram e perguntaram o que ele iria fazer com aquela água. Ele lhes respondeu que estava com fome e queria fazer uma sopa. 
Perguntado sobre quais os ingredientes daquela sopa, o viajante respondeu que não tinha nada para colocar na água e que faria uma sopa com a pedra que estava ali no chão. Pegando a pedra e colocando-a na água que já começava a aquecer, garantiu a todos que aquela seria a sopa mais saborosa que todos já experimentaram.

As pessoas riram dele, mas ficaram juntos para ver que sopa era essa que ia sair, além de se divertirem com as histórias que o viajante contava, sobre suas aventuras pelas tantas cidades pelas quais passou.




Após algum tempo, uma senhora se aproximou e ficou curiosa com a sopa. Ela, então, disse:
– Olhe, vou lá em casa apanhar um pouco de sal, pra dar um gosto nesta sopa.
 Um senhor idoso também se aproximou e disse:
– Eu tenho um resto de cebolas que já estão ficando velhas. Vou trazer para sua sopa de pedra.



A sopa já ia exalando algum aroma, quando outras pessoas foram se aproximando e trazendo alguns ingredientes adicionais, como um tomate, um pedaço de carne seca, pimenta, macarrão, azeite, temperos etc.


Todos estavam curiosos acerca da tal sopa de pedra que o viajante estava tão confiante de ser um prato muito especial. Por quase uma hora, todos ficaram à sua volta, ouvindo suas histórias e dando boas risadas. Realmente, a sopa já estava fervendo e o aroma já se espalhava por toda a praça.

Uma das pessoas trouxe alguns pratos e o viajante serviu a sopa a todos, pondo a pedra de volta ao chão. Aqueles habitantes experimentaram uma sopa tão deliciosa que não puderam acreditar que foi feita com tudo aquilo que cada um tinha sobrando em sua humilde casa.



Daquele dia em diante, em todas as noites, o povo daquela cidade passou a se reunir naquela mesma praça, para preparar uma deliciosa “sopa de pedra”.
Grandes empreendimentos começam com a nossa intenção e se concretizam quando outras pessoas encontram em nossos projetos, a atividade que buscavam para utilizar seus recursos.

Esta história pode ser fictícia, mas a verdade é que todos nós temos esta capacidade de criar algo novo. O importante é lançarmos nossas idéias para atrairmos as pessoas-chave que irão ajudar a transformar nossos projetos em uma deliciosa receita.

A próxima vez que você for preparar uma sopa de pedra, pode me convidar...



Sopa aquece, alimenta e une pessoas. Receitas de sopas quentes e frias tem no meu livro: NEM VEM DE GARFO QUE HOJE É DIA DE SOPA.... Clique aqui.

Comentários

Postar um comentário

Faça seu comentário.
Ele nos ajuda a pesquisar os assuntos que interessam a você, leitor.

Postagens mais visitadas