quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Alimentos industriais utilizam insetos como corante – Você com certeza já comeu muitos deles!

Blog Coletivo Verde - 29 de agosto de 2011 | Nas Categorias: Alimentação Saudável | Por: Nadia Cozzi



Nas últimas semanas, tenho recebido repetidamente um e-mail sobre um Cientista que propõe comer insetos como fonte alternativa de proteína e com ele vários comentários do tipo “ARGH” ou “BLERG” demonstrando expressões de nojo pela proposta.


O engraçado é que os insetos estão presentes em nossa alimentação há muito tempo e não estou falando de costumes e hábitos alimentares de alguns povos, mas sim da comida industrializada largamente consumida nos dias atuais.

Vamos deixar claro que os aditivos alimentares antes de chegarem à sua mesa, passam por rigorosos testes feitos em animais, buscando as implicações desse produto em nossa saúde. O comportamento desses animais é monitorado durante 90 dias e avaliado em função de seu crescimento, taxa de mortalidade, reprodução, química do sangue e desenvolvimento de tumores. Somente por este absurdo já não deveríamos permitir esses aditivos em nossa alimentação.

Quem já experimentou sorvetes, pudins, iogurtes, bolachas, bolos, geleias, gomas de mascar, sucos, licores e demais delícias industrializadas de cor rosa ou vermelha, entre outras coisas já comeu também cochonilha, um pigmento de vermelho intenso feito comDactylopius Coccus, um inseto mexicano.




São necessários cerca de 70.000 insetos esmagados e fervidos para produzir apenas 450 gramas deste corante. Bilhões de insetos são criados e destruídos todos os anos apenas para dar cor a biscoitos e leites de soja sabor morango, gelados de frutas vermelhas, etc. 

O Corante Cochonilha é utilizado também em tintas, corantes para roupas, cosméticos (xampus, batons, sombras). Seu consumo pode provocar reações alérgicas às pessoas.

Para quem tem uma alimentação vegetariana deve ser complicado ir ao Supermercado e encontrar esse corante feito, literalmente, de insetos esmagados presente em diversos doces, biscoitos, sucos, cereais e laticínios. Tudo graças ao fato de que ele é classificado como “corante natural”.

Como alternativa a este corante poderia perfeitamente ser utilizado o sumo da beterraba, isento de qualquer toxicidade. Ou, no caso dos alimentos, simplesmente nada, pois um corante não acrescenta benefícios aos produtos, só não teríamos aquela cor tão avermelhada.
Morangos!!
Mas tenho uma ótima notícia, para quem é apaixonado por morangos, estamos em plena safra dos Orgânicos, doces, bonitos e vermelhos por Natureza. Vamos aproveitar e preparar diversas receitas com eles, podemos também produzir geléias que podem ser utilizadas durante o ano, já que se conservam naturalmente e garantem a qualidade da nossa alimentação.

As geleias podem combinar muito bem com um iogurte feito em casa, como recheio de panquecas, bolos, tortas, ou simplesmente acompanhando um pão bem caseiro.

Geleia de Morango
Ingredientes
450 g de morangos orgânicos
1 xícara (chá) de açúcar orgânico
suco de ½ limão

Modo de Preparar
Lave os morangos e retire as folhas. Deixe de molho por uns 10 minutos em uma tigela. Escorra e leve ao fogo baixo em uma panela, com o suco de limão e o açúcar. Deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, até que os morangos fiquem muito macios e com uma calda grossa. Não fique mexendo a geleia para que ela não açucare, passe a espátula gentilmente quando sentir que a geleia está grudando no fundo da panela.

Deixe esfriar e coloque em vidros esterilizados. Feche e deixe da cabeça para baixo até esfriarem. Guarde em geladeira.

Para esterilizar os vidros: em uma panela grande coloque bastante água para ferver. Coloque o vidro e a tampa na água e deixe fervendo por 20 minutos. Retire da água e deixe descansar em cima de um pano de prato bem limpinho, até que esfrie totalmente. Nunca coloque o vidro quente em cima de uma superfície gelada ou de mármore pois ele estoura.

Vitamina de morangos

O morango é uma fruta com grande quantidade de Vitamina C. Fortalece ossos e dentes, dá resistência aos tecidos, age contra infecções, ajuda na cicatrização e evita hemorragias. Em contrapartida é um dos campões de pulverização de agrotóxicos, por isso recomendo apenas os morangos orgânicos.

Ingredientes:
1 copo grande de leite fresco
1 colher (de sopa) de açúcar orgânico
3 morangos orgânicos, lavados, secos e congelados.

Modo de Preparar:
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Coloque em um copo alto e sirva com um moranguinho na borda.

Batida de Morango com Champanhe
E quem disse que não podemos fazer uma batidinha com o nosso moranguinho orgânico. Nesta receita usamos o champanhe, imagine a delicia desse drink.

Ingredientes:
1 caixa de morango Orgânico
1 lata de leite condensado
2 copos de champanhe
Gelo

Modo de Preparar:
Coloque tudo no liquidificador, menos a champanhe, bata até quebrar o gelo. Junte a champanhe e bata só no pulsar para não perder o gás. Sirva em taças de champanhe.

O morango combina muito bem com creme de leite, com chantilly, com chocolate, como recheio de bolos, afinal ele é gostoso de qualquer jeito. Ops, de qualquer jeito não, eu prefiro o meu sem cochonilhas e você?

4 comentários:

  1. Wtf? Usa leite? Qual o sentido de cortar Cochonilla da alimentação e não cortar leite, LOL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Interessante, o corante cochonilha é antinatural na alimentação, o leite fresco, apesar de não ser muito a favor dele, ainda é melhor do que comer aditivos. Temos que ir aos poucos tem gente que come muito errado, para quem toma leite de caixinha, tomar leite fresco já é uma vitória.

      Excluir

Faça seu comentário.
Ele nos ajuda a pesquisar os assuntos que interessam a você, leitor.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feiras Orgânicas